Lã de vidro e lã de rocha: os dois tipos de isolamento térmico recomendados pela ULMA

Lã de vidro e lã de rocha: os dois tipos de isolamento térmico recomendados pela ULMA

Para que uma fachada ventilada tenha um isolamento térmico ideal e, por conseguinte, que os edifícios atinjam níveis elevados de eficiência energética que permita aos usuários terem uma temperatura de conforto, é essencial utilizar os materiais de isolamento adequados

O isolamento térmico é colocado no interior da câmara de ar ventilada, na chamada face fria da parede de apoio, proporcionando um isolamento contínuo ao longo de toda a parte cega da fachada, incluindo o isolamento dos perímetros dos vãos

A escolha do tipo de material é fundamental, pois, posteriormente influenciará de forma notável em todos os aspectos operacionais do sistema

A escolha do tipo de material é fundamental, pois, posteriormente influenciará de forma notável em todos os aspectos operacionais do sistema: higrotérmico, isolamento acústico, resistência ao fogo, etc. Por isso, é muito importante escolher o material com base no desempenho que vai ter de cumprir

Na ULMA, recomendamos o uso de lã mineral, tanto a lã de vidro como a de rocha, pois consideramos que ela garante um grande comportamento técnico da fachada ventilada onde é colocada. Além disso, permite atender aos requisitos e exigências do Código Técnico de Construção (CTE, na sigla em castelhano)

Lã mineral de vidro, máximo desempenho térmico-acústico e resistência ao fogo com consumo mínimo de recursos  

A lã mineral de vidro é um produto de origem natural, mineral e inorgânico, composto por um entrelaçamento de filamentos de vidro aglutinados por uma resina ignífuga.

A lã mineral de vidro obtém grandes benefícios com grande eficiência energética

As características intrínsecas dessa matéria-prima fazem dela um excelente isolante térmico e acústico, além de ser muito resistente ao fogo. Características que o tornam um material altamente valorizado por profissionais e usuários. 

A lã mineral de vidro obtém grandes benefícios com grande eficiência energética, porque a baixa densidade das matérias-primas que a compõem faz com que o consumo de recursos seja mínimo

As vantagens ambientais e de desempenho da lã mineral de vidro são complementadas por outra série de benefícios

  • A matéria-prima é composta por minerais (areia, calcita, magnesite, etc.), que são recursos naturais extremamente abundantes na Terra.
  • Uma porcentagem elevada de vidro reciclado está incluída na fabricação.
  • Trata-se de um material degradável.
  • Sua porosidade permite que o ar fique no interior, evitando a transmissão de calor, tanto por convenção, quanto por radiação e condução.
  • Sua estrutura baseada em filamentos, aberta, organizada e elástica provoca o amortecimento das ondas sonoras, aumentando sua eficácia como isolamento acústico.
  • Não capta nem transmite a umidade através do interior dos poros (material hidrófugo), permitindo que o envoltório transpire e, por conseguinte, reduz a formação de condensação. Além disso, a lã de vidro incorpora alguns aditivos que atuam como repelentes da água.
  • Trata-se de um material que se adapta muito bem às irregularidades dos elementos de construção, evitando a necessidade de cortes susceptíveis a favorecer a formação de pontes térmicas e acústicas.

Lã de rocha, um material muito leve que oferece alta proteção contra o calor, o frio, o ruído ou o fogo

A lã de rocha é outro tipo de lã mineral altamente recomendada para fachadas ventiladas, por suas grandes capacidades isolantes, leveza e versatilidade. Este tipo de lã vem principalmente da rocha basáltica, outra matéria-prima praticamente inesgotável em nosso planeta. Vejamos os seus principais pontos fortes:

A lã de rocha é outro tipo de lã mineral altamente recomendada para fachadas ventiladas, por suas grandes capacidades isolantes, leveza e versatilidade.

  • Após passar por um processo de fusão e fibragem, a lã de rocha resulta em um dos materiais mais leves e versáteis, com grandes propriedades como isolamento térmico e acústico e alta resistência ao fogo.
  • Intensa reciclabilidade, pois pode ser refundido e transformado repetidamente no mesmo produto, sem perder qualidade. 
  • Grande durabilidade: mais de 60 anos.
  • A sua estrutura fibrosa, associada à sua densidade elevada (entre 40 e 100 kg/m2), lhe dá um comportamento ideal como isolamento acústico, com uma grande capacidade de absorção do ruído aéreo e do ruído de impacto.


A classificação de reação ao fogo das lãs minerais (de lã e de vidro) como a de lã de rocha, é A1, de acordo com a Eurocerclasses. Isto significa que, em nenhum momento, contribui para o desenvolvimento de um incêndio e que não gera fumaça ou gotículas inflamáveis. Além disso, a lã de rocha resiste a temperaturas superiores a 1000 °C, pelo que é utilizada para proteger do fogo várias soluções construtivas.

Entre em contato conosco sem qualquer compromisso e os nossos especialistas irão aconselhar você sobre os projetos que estão na sua mesa.

Existem outros materiais isolantes, como a espuma de poliuretano, que também têm grande capacidade isolante e destacam-se pela sua fácil e rápida aplicação, mas têm a grande desvantagem em relação às lãs minerais de serem um material inorgânico e, portanto, combustível. Então, não protege contra o fogo.

Na ULMA, somos especialistas com anos de experiência em fachadas ventiladas e trabalhamos sempre com base em critérios de eficiência, sustentabilidade e segurança, apostando em soluções construtivas alinhadas com valores coerentes com as novas preocupações sociais: defesa do meio ambiente, eficiência e conforto. 

Downloads

Dossiê de fachadas ventiladas

Dossiê de fachadas ventiladas

Download
Lookbook

Lookbook

Download

Temos uma newsletter de ARQUITETURA que não é como as restantes. Clique no botão e contamos-lhe o que é isto tudo:

De que trata a newsletter de arquitetura?